A revolução do dinheiro

18/01/2018 | por Admin | em Destaque

Por Rocelo Lopes, CEO da CoinBR

Imagine você ter o poder sobre o seu próprio dinheiro? Você ter a liberdade de gerenciar, fazer transações, obter lucros sem a interferência de nenhum banco ou governo? É isso que o Bitcoin traz para o mercado. Essa moeda digital ou criptomoeda é apenas uma das mais de 1300 existentes e veio para revolucionar a nossa vida financeira.

Com o Bitcoin é possível fazer transações em um piscar de olhos, de um ponto a outro do mundo, sem interferência ou tributações exorbitantes. Isso nos dá um poder indescritível, que é a liberdade para controlar o nosso dinheiro.

Podemos usar como exemplo a tragédia em Mariana (MG), quando as principais empresas que operam com bitcoin no Brasil se uniram para fazer doação e duas horas depois havia quatro carros-pipa na região, enquanto as instituições estavam brigando para saber como iam fazer para enviar o dinheiro.

Tudo isso graças à evolução da tecnologia chamada Blockchain. Ela é veloz, transparente, organizada e descentralizada. Uma vez que um dado é registrado nela, não dá mais para apagar ou alterar. Isso acaba com todos os intermediários e dá total transparência nas transações, além de um aprimoramento notável do serviço de atendimento ao cliente e  uma acentuada queda nos custos dos pagamentos.

O Bitcoin é apenas um produto que o Blockchain pode proporcionar. Imagine se o sistema de votação, arrecadação do governo ou os cartórios de registro estivessem sob tutela dessa tecnologia? Não haveria mais corrupção! Tudo seria público.

Os governos e instituições financeiras vão tentar um jeito de proibir? Sim, mas todas que tentaram falharam, e vão continuar falhando. Já estive em quatro audiências públicas em Brasília para falar sobre o tema. O Banco Central é contra a regulamentação. É uma discussão que vai levar décadas para chegar ao fim.

Qual é melhor modelo no momento? Participar. É de extrema importância que o governo se integre e permita que o mercado não tenha medo de usar Bitcoin. Mas isso não vai acontecer porque a cultura do governo brasileiro não é de participação e, sim, de ditar as regras. E, pela primeira vez, ele não vai poder fazer isso. Ele saiu de posição de controlador, para a posição de espectador.


Este artigo foi publicado no jornal Notícias do Dia na edição do dia 18/01/2017.

rocelo lopes coinBR

18/01/2018 Compartilhar