Dinheiro da Internet ou Internet do dinheiro?

01/04/2016 | por Admin | em Tecnologia

bitcoin

Uma das maiores revoluções dos últimos anos no âmbito das comunicações foi a criação da tecnologia de voz sobre IP (VoIP, voice over IP). O impacto significativo dessa invenção pode ser visto por toda parte.

Ao utilizar uma conexão de Internet para realizar uma chamada de voz, diminui-se drasticamente o custo desta operação, tornando possível, inclusive, oferecer o serviço de maneira gratuita para os usuários, como são os casos do Skype e do Whatsapp.

Agora imagine se também fosse possível enviar dinheiro sobre IP de uma maneira tão simples quanto é enviar uma mensagem pelo celular. A moeda digital bitcoin foi inventada exatamente para fazer isso.

Pense em um mundo no qual os consumidores podem enviar e receber dinheiro para qualquer um em qualquer parte do globo, sem depender da existência ou necessidade de acesso aos serviços financeiros tradicionais, como os bancos, por exemplo.

Isso só é possível por causa da tecnologia por trás do bitcoin: a Blockchain, uma rede de registro distribuída que verifica a autenticidade e procedência das transações realizadas com bitcoins.

A indústria de VoIP estremeceu os negócios das companhias de telecomunicações, com uma projeção de perda de receita para essas empresas da ordem de US$ 400 bilhões no período de 2012 a 2018.

Não tem como negar a penetração das soluções de VoIP em nossa sociedade, principalmente entre as populações mais jovens. É praticamente inconcebível para um adolescente que possui um smartphone com Internet não se comunicar com seus amigos por meio dos aplicativos de mensagens. Se comunicar ficou fácil.

O bitcoin e sua tecnologia sublinhada têm esse poder para mudar o funcionamento do sistema financeiro atual. Isso porque, os custos de transação com bitcoins são ínfimos quando comparados às alternativas existentes.

Mas a disrupção do sistema financeiro não se dará de forma fácil e rápida, já que os bancos e as outras instituições que lidam com dinheiro estão com suas garras presas no consumidor e na maneira que eles lidam com seus serviços.

As similidades entre o VoIP e o MoIP (money over IP) não são difíceis de serem identificadas, já que ambos conceitos utilizam um acesso a Internet para propagar voz ou dinheiro. O mesmo se aplica às condições de mercado. Enquanto as telecoms estão se digladiando com os provedores de VoIP, os bancos estão enfrentando forte concorrência de soluções criadas pela incipiente indústria de Fintech (tecnologia financeira).

Seria leviano pensar que a tecnologia bitcoin irá substituir as transações bancárias da noite para o dia. Mas o que pouca gente sabe é que os bancos vêm sendo avisados sobre o potencial do bitcoin já há algum tempo.

O bitcoin foi criado no final de 2008 e começou a ser negociado efetivamente no ano seguinte. Em 2013, uma única unidade da moeda digital chegou a ultrapassar o valor de US$ 1200, mostrando sua força como meio de pagamento e alternativa de reserva de capital, sendo apelidado de ouro digital, por possuir as mesmas características que o metal precioso, além de outras, como o fato de ser divisível em até oito casas decimais e poder ser enviado para qualquer parte do mundo com apenas alguns toques em seu celular.

Mais pessoas diariamente têm acesso a redes WiFi e à própria Internet e isso é um fator bastante positivo que prepara o terreno para a popularização do serviço de dinheiro sobre IP.

Enquanto isso, os bancos estão tendo que contornar a fúria dos seus clientes que cada vez mais estão se sentindo extorquidos e mal servidos pelo sistema bancário. A experiência com bitcoins é tão simples e sem fricção que esses consumidores sentirão um grande alívio quando perceberem que enviar dinheiro pela Internet pode ser tão fácil quando enviar uma mensagem no Whatsapp.

01/04/2016 Compartilhar