Fintechs e Blockchain no Mundo

15/04/2019 | por Stratum | em Blockchain

Nos últimos três anos o investimento em fintechs aumentou mais de sete vezes só no Brasil, reflexo do crescimento na taxa de desbancarização no país que tornou o ambiente favorável para novos serviços financeiros.

Quando se pensa em serviços financeiros tecnológicos, é fácil lembrar das criptomoedas e da famosa Blockchain, que surgiu para trazer segurança às transações realizadas com os ativos digitais.

Por isso que neste artigo iremos falar sobre o que são as fintechs e quais estão fazendo o uso da Blockchain pelo mundo para impactar positivamente o mercado financeiro.

O que são Fintechs?

Assim como as startups, as fintechs usam a tecnologia para oferecer serviços mais modernos e eficazes para seus usuários. Pode-se dizer que as fintechs são a evolução das startups dentro do mercado financeiro.

Elas redesenham os processos já conhecidos (como cartão de crédito, banco, empréstimos pessoais e afins) para que sejam baseados em tecnologia e possam ser usados – quase sempre – pelo celular.

No Brasil, algumas fintechs que se destacam dentro do mercado são a GuiaBolso, Nubank, Contabilizei e Creditas.

Oferecer serviços financeiros mais modernos e tecnológicos tem tudo a ver com as criptomoedas, algumas fintechs perceberam isso e estão aproveitando a tecnologia Blockchain para otimizar seus produtos.

Fintech 100 e a Blockchain

As empresas H2 Ventures e KPMG, uma das maiores auditoras do mundo, lançaram em 2018 a quinta edição do Fintech100, um relatório que mostra as 100 principais fintechs inovadoras do mundo e fala das mudanças estão trazendo mudanças para o setor financeiro.

O relatório divide as empresas em duas categorias: as cinquenta que estão “estabelecidas” no mercado e as cinquenta “estrelas emergentes”.

Das 100 fintechs listadas, 16 estavam relacionadas a criptomoedas e Blockchain.

Como sabemos, as moedas digitais ainda são um assunto polêmico dentro do mercado financeiro, ter 16 empresas relacionadas a elas e a sua tecnologia é algo que chama a atenção. Talvez por isso o relatório tenha vindo com a observação:

A lista deste ano revela um salto significativo no apoio de capital de risco para empresas de fintech.”

Dentre as startups relacionadas a blockchain e criptos listadas, algumas chegaram ao Top 50 “estabelecidas” como:

QUOINE

A QUOINE ficou no Top 30 da lista, ela oferece serviços financeiros para negociação com a tecnologia Blockchain. Essa fintch foi a primeira corretora de criptomoedas a ser licenciada oficialmente pela Japan Financial Service Authority.

No final de 2018, a QUOINE lançou a exchange Liquid, alimentada pelo QASH.

 

Circle

A startup Circle alcançou a posição #40 no ranking, ela empresa oferece serviços para investimento em criptomoedas, envio de dinheiro, OTC desk Circle Trade e a corretora Poloniex. Além disso, tem uma stablecoin lastreada em dólar.

 

Coinbase

A Coinbase, uma carteira e plataforma de criptomoedas, ficou na antepenúltima posição do Top 50 “estabelecidas”.

Já no Top das 50 “emergentes”, podemos destacar:

 

AgriDigital

A AgriDigital é uma solução para o gerenciamento de commodities da indústria global de grãos. Com o uso da Blockchain, é possível realizar pagamentos em tempo real para os produtores, trazer mais eficiência para os corretores, flexibilizar a cadeia de fornecimento e dar transparência para os consumidores.

 

BlackMoon

A plataforma de investimentos Blackmoon fornece um Marketplace Lending as a Service para quem empresta fundos e tem como base a tecnologia Blockchain.

A fintech também possui a Blackmoon Crypto, uma solução para gerentes de ativos que desejam criar e gerenciar fundos tokenizados legalmente compatíveis.

 

BlockFi

A BlockFi é uma plataforma que oferece empréstimos em dólares estadunidenses para que donos de criptomoedas possam garantir empréstimos com suas moedas digitais, sendo considerada um credor não-bancário.

No momento a BlockFi está atuando apenas nos Estados Unidos, marcando presença em 45 estados do país, mas demonstra interesse em se expandir futuramente para o mercado global.

 

Cashaa

A Cashaa é uma plataforma bancária que desafia o sistema bancário tradicional com seus serviços. A plataforma é baseada em Blockchain e possibilita que sua comunidade receba, gaste, obtenha empréstimo, use seguros e armazene dinheiro de maneira simples.

 

Crypterium

O aplicativo móvel que está sendo desenvolvido pela Crypterium permite pagamentos instantâneos com criptomoedas usando NFC ou códigos QR.

Com esse aplicativo, o usuário pode emitir um cartão de crédito virtual para vincular a sua carteira de cripto e ao aplicativos de pagamento – Apple Pay, Samsung Pay ou Android Pay – para pagar com os ativos usando o smartphone.

Além dessas, existem outras fintechs listadas que estão fazendo uso da tecnologia – principalmente para a Blockchain – para inovar.

O mercado financeiro pode não enxergar com bons olhos as criptomoedas, mas está claro que vê o potencial da tecnologia que garante a segurança das transações com elas e quer usa-la a seu favor.

Compartilhe sua opinião conosco nos comentários e continue no blog para saber mais sobre Blockchain e criptomoedas.

15/04/2019 Compartilhar