O que pode acontecer com o Bitcoin após o dia 1º de agosto

25/07/2017 | por Redação CoinBR | em Destaque

por Rocelo Lopes, CEO da coinBR

O debate público de escala do Bitcoin está entrando em uma fase crucial. Durante as últimas semanas, centenas de usuários nos perguntaram aqui na coinBR sobre o que vai acontecer com o Bitcoin após o dia 1º de agosto de 2017, quando a comunidade bitcoin poderá decidir entre os protocolos BIP148 e BIP91. Dependendo do voto dos mineradores, a decisão poderia causar uma quebra de Bitcoin (fork) em duas moedas: Bitcoin e Bitcoin Legacy.

Como profundo e eterno defensor da linguagem simples e fácil entendimento, vou explicar para os mais de 20 mil usuários da plataforma da coinBR de forma simples e direta, com o menor número de termos técnicos possíveis, tudo o que envolve a discussão sobre o fork.

Vamos lá.

O que significa BIP?

BIP quer dizer Proposta de melhoria do Bitcoin (vem do inglês Bitcoin Improvement Proposal). É a sigla usada para propostas de mudanças ou melhorias que é submetida por programadores a todos os envolvidos na rede de Bitcoins como mineradores, plataformas de negociações (Exchanges), aplicativos para armazenamento das chaves privadas e aos mantenedores do código original deixado por Satoshi Nakamoto que é conhecido como Bitcoin Core.

Para que qualquer mudança ou melhoria ocorra no Bitcoin é necessário um consenso geral dos participantes da rede. Logo, é sempre colocado em votação para que a mudança aconteça e a proposta seja aplicada.

O que significa UASF?

UASF é a abreviação do termo em inglês User Activated Soft Fork (ou Mudança do Bitcoin ativada através do Software do Usuário). Esta foi a sigla usada por um grupo de desenvolvedores ligados ao Bitcoin Core onde a melhoria proposta não precisaria dos mineradores para que fosse validada apenas pelas Exchanges e Softwares que armazenam chaves privadas.

O que são softwares que armazenam chaves privadas?

Também conhecidos como “Carteira de Bitcoins” (do inglês Bitcoin Wallets), esses softwares podem ser instalados em computadores, tablets ou smartphones. Apesar de muitos usuários de Bitcoins acharem que as moedas digitais em si estão armazenados em seu dispositivos, não é exatamente isso o que acontece.

Na verdade, esses softwares apenas armazenam as chaves privadas que dão acesso a Blockchain, que, por sua vez, é uma espécie de livro contábil onde estão armazenadas todas as informações referentes a transações de Bitcoin. É como se esses softwares fossem senhas que dão acesso ao livro contábil que tem todos os Bitcoins recebidos e enviados pela sua carteira.

Desta forma, mostra o seu saldo, algo bem similar a uma conta bancária com a diferença de que esse livro está copiado em milhares de servidores ao redor do planeta, não tendo um controlador ou um dono.

O que é BIP148?

BIP148 quer dizer Proposta de melhoria do Bitcoin número 148. Foi uma proposta de mudança feita por um grupo que desenvolvedores ligados diretamente aos mantenedores do Bitcoin Core que ganhou o nome de UASF BIP148.

A proposta é para que se faça uma mudança no Bitcoin usando um método chamado SegWit sem ter a interferência dos mineradores, que nos dias de hoje têm uma grande influência em qualquer tipo de mudança. Essa proposta também visa corrigir alguns erros que existem atualmente na rede do Bitcoin e possibilitar futuras melhorias de forma mais simples e rápida, como por exemplo, transações fora da blockchain principal (off-chain) e Lighting Network.

O que tudo indica essa proposta não irá acontecer devido a falta de apoio das principais empresas de Bitcoin e mineradores. Para que essa proposta seja aceita seria necessário 95% de apoio até dia 1º de agosto. Porém, último dia 21 de julho foi registrado mais de 80% de apoio a uma outra proposta chamada de BIP91. Ainda assim é recomendado cautela porque há tempo até 1º de agosto e poderá haver uma divisão da rede, gerando duas cadeias diferentes de Bitcoin.

O que é BIP91?

A BIP91 é a proposta de melhoria número 91. Por causa de toda a pressão feita a partir da BIP148, houve uma proposta desenvolvida por um dos engenheiros de software da Bitmain Tech (empresa chinesa fabricante de equipamentos para mineração e maior pool de mineração de Bitcoin do momento).

Batizada de SegWit2X, a proposta é compatível com o SegWit da BIP148, além de aumentar o tamanho do bloco de 1M para 2M. A BIP91 ganhou apoio rapidamente de várias empresas do setor. Foi ativada dia 21 de julho e desta forma poderemos ter um hard fork dentro de 3 meses para que essa proposta entre em definitivo em operação.

O que é SegWit?

SegWit é a abreviação de Segregated Witnesses e é uma proposta apresentada pela equipe Bitcoin Core. Vem na forma de um soft fork, um upgrade que pode funcionar mesmo se alguns usuários não façam uma atualização no seu software.

Como a coinBR vai proteger os clientes do fork

A coinBR está tomando todas as precauções necessárias para proteger nossos clientes no caso de uma divisão de moeda. Caso aconteça uma divisão, a coinBR suportará ambas as cadeias: Bitcoin e Bitcoin Legacy. Para evitar problemas da rede Bitcoin, vamos desligar TODAS as operações da SmartWallet entre 30 de julho e 3 de agosto.

Pedimos aos nossos clientes que não depositem o Bitcoin nesse período, uma vez que a rede Bitcoin pode não ser confiável. A coinBR não terá qualquer responsabilidade para os depósitos de Bitcoin feitos durante esse período.

Obrigado por escolher coinBR, a mais avançada plataforma de crypto moeda.

 

Quer saber mais sobre Bitcoin? Entre em contato com a coinBR.

25/07/2017 Compartilhar
  • Davidson Vinicius Rodrigues Fe

    Boa noite, tenho uma duvida caso haja o fork e eu tenha 1 bitcoin na minha carteira vou receber 1 bitcoin na carteira legacy automático?

  • Eduardo Cardoso Pereira

    Parabéns ao autor do texto. Muito útil e altamente didático.

  • Coronel Campbell

    Putz, mais um fork, Legacy? e também tem o BCC, tá tudo louco.

  • Saulo

    Quando vai voltar ao normal o site? O prazo não era hoje?