Moedas digitais e liberdade econômica

22/09/2016 | por Safiri Felix | em Economia

O grau de liberdade econômica das nações é um dos grandes problemas da atualidade. A história comprova que quanto mais livre é a economia de um país, mais desenvolvido e próspero ele será. Aumentar o nível de liberdade do setor financeiro mundial pode servir como um enorme pacote de estímulo econômico para acelerar inovações e melhorar a vida das pessoas. As moedas digitais, como o bitcoin, podem ser o jeito mais eficaz para se atingir esse objetivo.

Liberdade econômica é a medida de quão fácil é para os membros de uma sociedade participarem da economia. Vários fatores compõem o grau de liberdade de cada país, como a facilidade para se abrir um negócio, a questão relativa aos direitos de propriedade (se você pode manter o que você possui sob sua posse), livre negociação entre as nações, regulação trabalhistas e de mercado, estabilidade monetária, dentre outros.

Para confirmamos esse raciocínio, abaixo temos uma lista publicada pela Heritage Foundation e o Wall Street Journal, mostrando o ranking dos melhores e piores países de acordo com o nível de liberdade econômica.

Captura de Tela 2016-09-22 às 10.15.01

Uma série de consequências positivas decorrem do aumento da liberdade econômica das nações, sendo os mais óbvios: o aumento da renda per capita, da expectativa de vida e do alfabetismo. Além disso, observa-se um aumento ainda maior na renda da parcela dos 10% mais pobres, aumento da proteção ambiental, menos incidentes de violência civil e guerras, redução da corrupção governamental e, de maneira geral, um aumento no índice de felicidade e satisfação das pessoas.

Com a proliferação dos smartphones e a expansão da infraestrutura de Internet ao redor do mundo, a humanidade criou as condições necessárias para que as moedas digitais pudessem penetrar em quase todos os cantos do planeta. Com isso, qualquer indivíduo conectado pode ter um banco em seu bolso, tamanha é a disrupção que esta tecnologia promoveu no setor financeiro.

Com o bitcoin ou qualquer outra criptomoeda, torna-se muito mais fácil, por exemplo, abrir um negócio. Qualquer um com uma ideia na cabeça poderá receber pagamentos de qualquer lugar do mundo em questão de minutos.

Com esta tecnologia, será possível dar acesso a serviços financeiros para bilhões de pessoas que não têm acesso aos bancos. Ela permite você manter seus recursos sob sua custódia. Os seus fundos estarão bem longe dos tentáculos usurpadores dos governos.

No que diz respeito à otimização das transações comerciais, o bitcoin se destaca como uma das opções mais eficaz para se realizar remessas internacionais. Ele facilita que duas pessoas em países diferentes façam negócios. Imagine que você queira construir um website. Você poderá contratar esse serviço em qualquer país do mundo e pagar seu fornecedor usando uma moeda digital de aceitação global.

As moedas digitais funcionam de uma forma descentralizada e, por isso, eliminam a necessidade de intermediários. Além da redução dos custos de transação, diminui-se também as possibilidades de propinas governamentais, pois a relação comercial passa a ser entre apenas as duas partes interessadas.

Com a criação de contratos inteligentes executáveis automaticamente, a burocracia para duas partes chegarem a um acordo também será reduzida, a despeito de onde eles moram ou se eles podem pagar um advogado. É uma revolução em andamento na forma como os negócios são conduzidos.

Atualmente, as moedas digitais são bastante voláteis, com sua cotação variando a cada minuto, 24 horas por dia. Mas essa volatilidade vem caindo ao longo dos anos e com claras tendências de estabilização no preço. Nos próximos anos, o bitcoin será mais estável que a maioria das mais de 180 moedas nacionais que existem no mundo.

São inúmeras as aplicações que estão sendo desenvolvidas utilizando as moedas digitais e a tecnologia blockchain. Até 2020, pelo menos um país em desenvolvimento irá se render às benesses de uma moeda descentralizada. A partir desse momento, iremos ver a tecnologia se espalhar pelo mundo de maneira tão rápida quanto a fotografia digital em relação à fotografia analógica.

Nos últimos 20 anos, a liberdade econômica média global manteve-se praticamente estável. Com a invenção das moedas digitais, será possível aumentar esse nível de liberdade de maneira relevante com profundos impactos positivos na vida de todos.

Quer saber mais sobre bitcoin? Faça download grátis do Guia Básico sobre Bitcoin da CoinBR.

22/09/2016 Compartilhar