Por que o bitcoin não é uma bolha

08/01/2018 | por Redação CoinBR | em Destaque

Por Rocelo Lopes, CEO da coinBR

O assunto do momento em todos os noticiários do país e do mundo é a valorização colossal do bitcoin. A criptomoeda mais famosa do mundo já chegou a um patamar que dispensa apresentações e, agora, com o lançamento na Bolsa de Chicago, o interesse ficou ainda maior.

Todavia há quem ainda fique com o pé atrás ou é radicalmente contra os investimentos na moeda; talvez por falta de conhecimento, o que é normal, e o medo do que essa revolução do dinheiro possa acarretar para o mercado financeiro. Precisamos olhar atentamente: quem são as pessoas ou instituições contra o bitcoin. Quais são seus receios? Quais são seus interesses?

A grande questão do momento é esclarecer se esta moeda digital é ou não uma bolha. Então vamos lá! O fato do bitcoin ser uma moeda muito escassa faz com que seja extremamente forte. E pelo fato de muitos novos usuários quererem participar desta revolução financeira, o preço sobe cada vez mais.

Vamos fazer uma comparação com a bolha de imóveis nos EUA em 2008. Naquele caso, o mercado construía casas e mais casas sem parar, o governo imprimia cada vez mais dinheiro e os bancos continuavam a dar cada vez mais crédito até que a bolha explodiu. Já no caso do bitcoin, o suprimento é escasso e controlado. Não tem como gerar mais que 1800 novos Bitcoins por dia ou criar crédito, logo, temos que dividir o que temos e isso faz com que o preço sempre venha a subir. Essa é a regra de mercado: quanto maior a demanda, maior o preço.

Esse sistema deflacionário do bitcoin vem mostrando aos economistas que a tecnologia é extremamente poderosa e não tem como pará-la. E o fato de ter uma tecnologia como o blockchain dá mais segurança e transparência às transações. Sem dúvida haverá momentos onde o preço estará extremamente alto e correções deverão acontecer. Na contramão, teremos novos investidores chegando e comprando novamente, o que faz mais uma vez os preços se elevarem.

O  mais interessante de tudo isso é que, mesmo com os valores astronômicos, qualquer pessoa pode investir, seja com R$ 25 ou com R$ 25 milhões. A pessoa que tem medo, que nunca investiu ou simplesmente quer se convencer de que este é o melhor investimento pode comprar uma pequena fração da moeda digital e acompanhar o seu crescimento. Essa é a magia de você ser o dono do seu próprio dinheiro.


Este artigo foi publicado no jornal Diário Catarinense na edição do fim de semana.

Veja mais sobre coinBR na mídia.

Tire dúvidas sobre Bitcoin e outras moedas digitais.

Quer saber mais sobre Bitcoin e as outras criptomoedas? Entre em contato.

08/01/2018 Compartilhar
  • Souza Rinaldo

    A revolução das altas taxas de transação numa baixa velocidade.