Reportagem do Estadão destaca empresas de brasileiros que mineram bitcoin no Paraguai

02/01/2018 | por Redação CoinBR | em Curiosidades

Fechando 2017, o Estadão de S.Paulo publicou uma reportagem especial sobre os brasileiros que escolheram o Paraguai para montar as mineradoras de Bitcoins. Entre os entrevistados está Rocelo Lopes, CEO da coinBR e da coinPY, sua empresa de mineração. A reportagem começa contando um pouco da trajetória de Rocelo no mercado de Bitcoin.

Foi por acaso que o cearense Rocelo Lopes, de 45 anos, ficou milionário. Dono de uma empresa de tecnologia, ele aceitou, em 2013, a oferta de um cliente que queria quitar suas dívidas de uma forma nada convencional: pagaria tudo, mas com uma moeda até então desconhecida, a bitcoin. “Era pegar ou largar. Eu decidi pegar e guardar”, conta. De lá para cá, essa moeda teve uma valorização de 21.000%. Só nos últimos 12 meses, foram 1.300%.

E depois prossegue contando como ele tomou a decisão de escolher o Paraguai como sede para a empresa de mineração.

Rocelo Lopes gostou da novidade e, ao tentar entender os meandros desse instrumento financeiro, descobriu que o dinheiro pesado viria não da compra e venda das moedas virtuais, mas da “produção” delas. É o que ele faz hoje no Paraguai. (…)

Primeiro a se instalar em Ciudad del Este, Rocelo Lopes produz 8,3 bitcoins por dia, o que rende, segundo ele, um faturamento bruto de R$ 14,5 milhões por mês. Hoje ele tem seis mil máquinas em um espaço de 750 metros quadrados. Elas consomem, por mês, 10 megawatts de energia, equivalente a 2 mil casas paraguaias – média calculada com base nos dados da Ande, a estatal responsável pela distribuição de eletricidade no país. “Apesar de ser um negócio rentável, a bitcoin é uma moeda volátil. Temos de economizar bastante para não correr o risco de perder dinheiro”, afirma.

Leia a reportagem completa no site do Estadão.

Além de publicada no site do Estadão, a reportagem também foi reproduzida em outros três grandes veículos:

ExamePor que brasileiros estão “fabricando” bitcoins no Paraguai

IstoÉ DinheiroBrasileiros “fabricam” bitcoins no Paraguai

Pequenas Empresas, Grandes NegóciosBrasileiros “fabricam” bitcoins no Paraguai em busca de milhões

Band“Eu era classe média, agora estou rico”, diz brasileiro que produz bitcoin

Veja também:

Fundador da coinBR e da coinPY dá dicas sobre mineração de moedas digitais

Tire dúvidas sobre Bitcoin e outras moedas digitais.

02/01/2018 Compartilhar
  • Haydee

    Amo as reportagens do Sr. Rocelo.
    A Coinbr é a mais séria e sem sombra de dúvida a melhor carteira de Bitcoin Brasileira.
    Servicos e atendimento diferenciado.
    Obrigado familia Coinbr.